A Polícia judiciária (PJ) deteve um homem de 30 anos por suspeita da autoria de um crime de homicídio qualificado na forma tentada, ocorrido em Pinhel, no distrito da Guarda, foi esta segunda-feira anunciado.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere em comunicado esta segunda-feira enviado à agência Lusa que identificou e deteve, com a colaboração da GNR, o alegado autor de um crime de homicídio qualificado na forma tentada, perpetrado na madrugada de sábado, na localidade de Cerejo, no concelho de Pinhel, “tendo como vítima um cidadão estrangeiro, residente em Portugal, com 30 anos”.

Segundo a PJ, o crime ocorreu pelas 3h, “na sequência de um desentendimento ocorrido entre autor e vítima, por motivos fúteis, quando ambos se encontravam na residência do último, em amistoso convívio”.

Nesse contexto, e depois de ambos terem ingerido diversas bebidas alcoólicas, o ora detido desferiu várias facadas na zona da cabeça e ombro esquerdo da vítima, que teve necessidade de ser transportada de urgência à Unidade Local de Saúde da Guarda, onde veio a receber assistência médica hospitalar”, lê-se no comunicado.

A nota da PJ acrescenta que o agressor colocou-se em fuga e deslocou-se à sua residência familiar, “de onde, após ter relatado o ocorrido e perante a intenção de um seu familiar de denunciar os factos às competentes autoridades policiais, iniciou nova fuga, arrastando consigo e sob ameaça de arma branca, o seu próprio filho, menor de apenas nove anos de idade”.

Entretanto, após ter “ficado sem combustível” no veículo que utilizava, o homem “acabou por ser localizado, interrogado pela PJ e logo em seguida detido”.

O suspeito vai ser presente às competentes autoridades judiciárias para primeiro interrogatório e aplicação de eventuais medidas de coação.