Nas últimas 24 horas morreram em Itália 195 pessoas devido ao novo coronavírus, avançam as autoridades do país, como noticia o La Stampa. Este número é um pouco superior ao registado este domingo (174 mortos). Agora, o país regista 29.079 mortos. Contudo, desde este domingo, houve mais 1.221 infetados (ontem eram 1.389). Com estas contas, o segundo país mais afetado na Europa pela pandemia — Espanha está em primeiro — tem agora 211.938 casos confirmados de Covid-19.

Os números oficiais completos de Itália desta segunda-feira, 4 de maio.

O número de pessoas contagiadas continua a descer esta segunda-feira, sendo, no entanto, uma epidemia a “duas velocidades”, refere o mesmo jornal. Isto porque, mais de metade das infeções das últimas 24 horas foram registadas em apenas duas regiões, Lombardia e Piemonte, o que pode levar a novas quarentenas nas cidades destas regiões.

4,4 milhões de italianos foram autorizados esta segunda-feira a regressar ao trabalho

Ao todo, o país regista 82.879 casos de pessoas recuperadas com Covid-19. Estes dados surgem no mesmo dia em que começa a “fase 2” do início do desconfinamento de Itália. À semelhança de Portugal, esta semana o país começa a abrir a economia e a tentar uma “nova normalidade” para conviver com a pandemia, tentando evitar novos casos enquanto se volta ao trabalho e a abrir empresas. Em Itália, as opiniões sobre estas novas medidas são mistas.

A “argentinização” da Europa e o elogio aos líderes europeus (incluindo Costa) numa semana “crucial”