Os preços na produção industrial recuaram 2,8% na zona euro e 2,5% na União Europeia (UE) em março, face ao mesmo mês de 2019, com Portugal a cair acima da média (-4,0%), divulga o Eurostat.

Na comparação com fevereiro, os preços na produção industrial diminuíram 1,5% na zona euro e 1,4% na UE.

Em termos homólogos, as maiores quebras dos preços na produção industrial foram registadas na Lituânia (-6,3%), na Dinamarca (-6,2%) e na Grécia (-5,8%), tendo as principais subidas sido observadas em Chipre (4,4%), na Eslováquia (2,2%) e na Bulgária (1,8%).

Segundo o gabinete estatístico europeu, face a fevereiro, os maiores recuos registaram-se na Grécia (-5,3%), Lituânia (-5,1%) e Espanha (-3,0%) e os únicos avanços em Chipre (0,5%), na Letónia e Malta (0,2% cada).

Em Portugal, os preços na produção industrial recuaram, em março, 4,0% na variação homóloga e 0,3% em cadeia.