Sem pandemia a vida de cerca de 500 pessoas já não era propriamente fácil. Tudo se agravou nos últimos tempos. Na freguesia de Santa Clara, em Lisboa, estas famílias debatem-se agora com dificuldades acrescidas.

Para tentar de alguma forma minorar os efeitos da crise associada à pandemia, a junta de freguesia, em conjunto com a câmara municipal de Lisboa e o agrupamento de escolas do Alto do Lumiar, juntaram-se para identificar as necessidades das famílias dos alunos das escolas daquela freguesia lisboeta, bem como de outras pessoas que estão em situação de carência e pediram um plano de ajuda.

O cérebro deste apoio a cerca de 500 famílias é na cozinha da escola básica das Galinheiras. É lá que são confeccionadas todas as refeições, o almoço e jantar. São feitas por funcionários da escola que nesta altura está encerrada e entregues porta a porta por funcionários municipais.

Veja a foto-reportagem acima da autoria do fotojornalista Ângelo Lucas.