Só em doações para ajudar na luta contra o surto do novo coronavírus, Portugal já ultrapassou a barreira dos 35 milhões de euros, entre campanhas e valores doados por instituições. A conclusão é do “Observatório de Doações Covid-19”, um site criado pela consultora de inovação Aliados Consulting, em parceria com a agência de comunicação FES Agency, que reúne informação sobre as doações que são feitas em Portugal para iniciativas de combate à Covid-19.

Um dos indicadores apresentados neste site é o valor total doado, fazendo ainda o filtro por origem das doações, área de atividade, para onde se destinam e ainda uma lista de doadores corporativos e fundações. “Para além de donativos monetários, este observatório contempla ainda a disponibilização de material, entre outros, efetuando uma estimativa de apoio monetário associado, de acordo com valores de referência encontrados no mercado”, referem ainda as duas agências em comunicado.

Dos mais de 34 milhões doados, indica o observatório, as principais doações vêm de campanhas, seguindo-se as fundações, que já doaram quase seis milhões de euros. A Fundação Calouste Gulbenkian, por exemplo, disponibilizou cinco milhões de euros através de um fundo de emergência para a Covid-19.

Quanto ao destino das doações, os números apresentados indicam que mais de 33% (11 milhões de euros) do valor doado serviu para a compra de ventiladores. Em segundo lugar surgem as doações da resposta global à Covid-19 da União Europeia, com mais de 28%, e a terminar o pódio estão as doações para projetos de adequação à nova realidade, com cinco milhões de euros doados — que correspondem a cerca de 14% das doações.

O observatório permite uma visão geral do destino das doações que são feitas para Portugal

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O Observatório contém ainda uma listagem detalhada sobre as entidades ou particulares que fazem as doações e o respetivo valor disponibilizado. Não realizamos a intermediação entre doadores e organizações e não fiscalizamos. A responsabilidade por realizar a doação anunciada é de cada doador”, alertam os responsáveis. O site deste Observatório é atualizado com os dados públicos, disponíveis na internet ou comunicados diretamente à plataforma, sendo que qualquer empresa ou particular pode comunicar as suas doações para serem incluídas na listagem, através do e-mail hello@aliados.consulting

“O Observatório de Doações tem como principal objetivo inspirar e continuar a promover esta solidariedade global a que se tem assistido nos últimos tempos. A luta contra este novo vírus faz-se com o apoio de todos e, enquanto recolhíamos informação para lançar esta plataforma, foi interessante verificar que a ajuda tem tomado diversas formas, e vindo de todos os setores”, referiu Inês Santos Silva, diretora executiva da Aliados Consulting, citada em comunicado.