A Madeira mantém o total de 90 casos de Covid-19, 53 recuperados e 37 doentes com infeção ativa da covid-19, revelaram, este domingo, as autoridades de saúde da região.

“Do total dos 90 casos, 41, ou seja 46%, são casos importados e 49, 54% são casos de transmissão local”, revelou a vice-presidente do Instituto de Administração da Saúde da Madeira(Iasaúde), Bruna Gouveia.

Apenas quatro doentes tiveram necessidade de cuidados hospitalares e apenas um destes permaneceu numa unidade de cuidados intensivos, acrescentou Bruna de Gouveia. Dos infetados, 51% são homens e 49% mulheres.

“13% tinha idade inferior ou igual a 19 anos; 62% eram adultos com idades entre os 20 e 59 anos e 265 eram idosos com idades superiores a 60 anos”, referiu.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Bruna Gouveia revelou que “o tempo de recuperados têm uma média de 25 dias, sendo 64% importados e 36% de transmissão local”.

“São 37 os casos ativos, 20% são casos importados e 80% de transmissão local, distribuídos pelo Funchal, Câmara de Lobos e Ponta do Sol”, adiantou.

Em vigilância ativa a Madeira tem 254 pessoas e em vigilância passiva, tendo feito 5.735 testes para a covid-19.

Após 60 teleconferências, o secretário regional da Saúde e da Proteção Civil, Pedro Ramos, anunciou que, de agora em diante, “será emitido diariamente um boletim a todos os canais de informação juntamente com o boletim epidemiológico e, à sexta-feira, às 18:00 horas, será feito um balanço presencial da pandemia na região”.