A Autoridade de Saúde dos Açores autorizou o transporte marítimo de carga geral e de viaturas nos portos da região, que esteve suspenso devido à Covid-19, confirmou esta segunda-feira a secretária regional dos Transportes e Obras Públicas.

“A partir de hoje estão criadas as condições para a movimentação e transporte de carga geral e de viaturas, o que é uma boa noticia para determinadas entidades da atividade económica que cooperam com este tipo de material”, disse à agência Lusa a secretária dos Transportes e Obras Públicas do executivo regional, Ana Cunha.

Devido às restrições impostas a nível nacional e regional pelas entidades de saúde devido à pandemia de Covid-19, o transporte marítimo de carga geral – que implica a movimentação de tripulantes – estava impossibilitado.

Ao nível de viaturas, o transporte apenas poderia ser feito através de contentores, o que representava um “acréscimo de custos para os comerciantes”, assinala Ana Cunha.

Várias empresas do ramo automóvel ou que vendem tratores e máquinas agrícolas estavam um pouco preocupadas com essa situação, que já se estava a prolongar por algum tempo. Portanto, é mais um passo para a normalidade”, destaca a governante.

Uma vez que o transporte de carga geral implica a movimentação de operadores, Ana Cunha frisou que os profissionais vão ter de utilizar equipamentos de proteção individual e que a situação poderá ser alterada conforme a situação epidemiológica.

“Hoje fica tudo operacional, no sentido em que passa a ser permitido aquele transporte, com determinadas condições e cuidados, nomeadamente coma utilização de ‘EPIs’, os equipamentos proteção individual para quem faz o transbordo da carga”, apontou.

A secretária regional dos Transportes avançou que a informação irá ser comunicada aos armadores, às capitanias, aos agentes de navegação e a todos os operadores portuários.

Os navios costumam chegar no início da semana, por isso, no início da próxima semana já devem estar a operar este tipo de carga”, salientou.

Até ao momento, já foram detetados na região um total de 145 casos pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença Covid-19, verificando-se 89 recuperados, 15 óbitos e 41 casos positivos ativos para infeção

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de Covid-19 já provocou mais de 280 mil mortos e infetou mais de quatro milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados.