A pandemia do novo coronavírus já matou 289.138 pessoas e infetou mais de 4,2 milhões em todo o mundo desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, às 19h TMG, baseado em dados oficiais dos países.

De acordo com os dados da agência noticiosa francesa, às 19h TMG (20h de Lisboa), 4.226.110 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados em 195 países e territórios desde o início da epidemia, em dezembro passado, na província chinesa de Wuhan.

Porém, a AFP avisa que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do total real de infeções, já que um grande número de países está a testar apenas os casos que requerem atendimento hospitalar. Entre esses casos, pelo menos 1.444.700 são esta terça-feira considerados curados.

Desde a contagem às 19h GMT de segunda-feira, 5.184 novas mortes e 77.733 novos casos ocorreram em todo o mundo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os países com mais óbitos são os Estados Unidos, com 1.756 mortes, o Reino Unido (627) e o Brasil (396).

Os Estados Unidos, que tiveram a sua primeira morte ligada ao coronavírus no início de fevereiro, são o país mais afetados em termos de número de óbitos e de casos, com 81.650 mortes em 1.358.000 ocorrências.

Pelo menos 232.733 pessoas foram declaradas curadas pelas autoridades de saúde norte-americanas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Reino Unido, com 32.692 óbitos e 226.463 casos, a Itália, com 30.911 mortes (221.216 casos), a França, com 26.991 mortes (178.225 casos) e a Espanha, com 26.920 óbitos (228.030 casos).

Entre os países mais atingidos, mantém-se a Bélgica com o maior número de mortes face à sua população, com 76 falecimentos por cada 100.000 habitantes, seguida por Espanha (58), Itália (51), Reino Unido (48) e França (41).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau), onde a epidemia começou no final de dezembro, contabilizou oficialmente um total de 82.919 casos (1 novo entre segunda-feira e esta terça-feira), incluindo 4.633 mortes (0 novas) e 78.171 recuperações.

A Europa totalizava às 19h GMT desta terça-feira 159.204 mortes e 1.780.796 casos, os Estados Unidos e o Canadá 86.890 mortes (1.429.099 casos), a América Latina e o Caribe 21.829 mortes (390.461 casos), a Ásia 10.977 mortes (309.825 casos), o Médio Oriente 7.737 óbitos (239.266 casos), África 2.376 mortes (68.364 casos) e a Oceânia 125 mortes (8.302 casos).

Esta avaliação foi realizada usando dados coletados pelos escritórios da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A AFP alerta, contudo, que devido a correções pelas autoridades ou a publicação tardia dos dados, os números de aumento de 24 horas podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior.

Em Portugal, morreram 1.163 pessoas das 27.913 confirmadas como infetadas, e há 3.013 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.