Durante a temporada passada e já no início da que está atualmente interrompida, foram inúmeros os casos de jogadores de futebol que viram as próprias serem assaltadas e objetos de valor como jóias ou relógios serem roubados. A corrente de assaltos, que afetou principalmente a liga espanhola mas que também teve casos em Inglaterra e que em Portugal chegou à casa de Otávio, jogador do FC Porto, tinha sempre um ponto em comum: os assaltantes entravam nas habitações quando os jogadores estavam em campo, ou seja, quando as casas estavam vazias ou apenas com a restante família dos atletas no interior.

Casa de Otávio assaltada durante jogo com Feyenoord. Ladrões levaram jóias e objetos de valor

Na madrugada desta quarta-feira, porém, Dele Alli foi o protagonista de um episódio em toda a linha atípico. O jogador do Tottenham, que está ainda em isolamento, estava em casa com a namorada, a modelo Ruby Mae, o irmão e a mulher do irmão quando dois assaltantes entraram na habitação do bairro de Barnet, nos subúrbios de Londres. De acordo com o The Guardian, o internacional inglês terá tentado impedir o assalto, resistindo aos criminosos não só para resguardar os objetos de valor que tinha em casa como também para defender os três elementos da família.

Os assaltantes, armados com uma faca, reagiram com violência e atingiram o jogador de 24 anos na face, voltando a agredi-lo pouco depois com um soco. Com Dele Alli ferido, acabaram por conseguir roubar vários relógios topo de gama e algumas jóias, tudo no valor de milhares de libras, e fugiram. A polícia metropolitana de Londres já emitiu um comunicado onde adiantou que está a investigar e a procurar os dois assaltantes. “A polícia foi chamada aproximadamente às 0h35 de quarta-feira, 13 de maio, devido a um assalto numa residência em Barnet. Dois homens entraram na propriedade e roubaram objetos de joalharia, incluindo relógios, antes de fugir. Um homem, ocupante da propriedade, com cerca de 20 anos, sofreu um ferimento leve na cara depois de ser agredido. Não precisou de tratamento hospitalar. Não foram feitas detenções. A investigação do ocorrido prossegue”, pode ler-se na nota das autoridades da capital inglesa.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Já o próprio Dele Alli recorreu ao Twitter para garantir que está bem e que tudo não passou de um susto. “Obrigado por todas as mensagens. Foi uma experiência horrível mas agora estamos todos bem. Obrigado pelo apoio”, escreveu, de forma simples, o inglês de 24 anos. Também o Tottenham reagiu ao episódio, através de um comunicado, encorajando quem possa ter informação sobre o assalto a entrar em contacto com a polícia. “Enviamos o nosso apoio ao Dele e a todos os que estão em isolamento com ele”, acrescenta a nota dos spurs.