O construtor sul-coreano já tinha anunciado que, nos próximos cinco anos, vai introduzir no mercado 11 veículos eléctricos, passando a fazer-se representar praticamente em todos os segmentos do mercado. Mas a Kia não aposta somente na quantidade, pretendendo reforçar também a tecnologia, em busca de vantagem sobre a concorrência.

Um dos modelos mais aguardados, entre os 11 prometidos, será o SUV, ou mais correctamente o crossover, por ser mais baixo do que os SUV tradicionais, que o construtor mostrou no Salão de Genebra de 2019, ainda como protótipo, e que se prepara para lançar em 2021.

As linhas deste concept car, o Kia Imagine, são no mínimo polémicas, especialmente ao nível da frente. Mas, face às últimas criações do fabricante, não é de esperar uma tão grande mudança de rumo. A plataforma a utilizar no novo eléctrico será a E-GMP – que também iremos ver na Hyundai – e foi concebida em colaboração com os croatas da Rimac, o que desde logo deixa antever grandes feitos.

Também da Rimac veio um sistema eléctrico a 800 volts, o dobro do que é normal, o que permite recargas da bateria mais rápidas, por serem realizadas a potências superiores. Para o novo crossover, a Kia promete 500 km de autonomia, 0-100 km/h em menos de 3 segundos e a capacidade de recarregar em apenas 20 minutos. Com o fabricante a pretender que, em 2026, 20% das suas vendas sejam relativas a veículos 100% eléctricos.