Os números registados no Brasil esta terça-feira dão conta de uma subida de relevo da pandemia no país: ao todo, nas últimas 24 horas, surgiram mais 17.408 pessoas infetadas e 1.179 pessoas morreram vítimas da Covid-19. Os dados foram avançados pelo Ministério da Saúde no seu briefing diário à imprensa.

Não só o país ultrapassou a barreira das mil mortes num só dia como, de acordo com a análise da Folha de S. Paulo, a Covid-19 é agora a principal causa de morte no país. O jornal aponta que a principal causa de morte, até agora, era de doenças cardiovasculares, como enfartes e AVCs, que matam em média 980 brasileiros por dia.

Para além disso, com mais de 271 mil infetados, o Brasil torna-se assim o terceiro país com mais casos em todo o mundo, ultrapassando o Reino Unido (com 250 mil infetados infetados pelo novo coronavírus) e ficando apenas atrás dos EUA (mais de um milhão e meio de casos) e da Rússia (quase 300 mil casos).

Ao todo, o país já está próximo de atingir a marca das 18 mil mortes por Covid-19, com 17.971 registadas até agora.