A partir desta semana, e para quem reside em Lisboa, os estafetas da Glovo vão passar a ter mais uma forma de transporte dos produtos encomendados: trotinetes elétricas da Frog. A parceria entre a empresa de micromobilidade e a aplicação que permite comprar, enviar e receber vários produtos dentro da mesma cidade, é uma iniciativa nacional “que procura acelerar a transição para modelos de transporte mais sustentáveis e pretende ajudar a criar novas oportunidades para os distribuidores”, refere a Frog em comunicado.

A ideia teve origem em Portugal, proporcionada pela atual situação de pandemia da Covid-19, e, por enquanto, é também uma iniciativa exclusiva para o mercado nacional. Os estafetas que colaboram com a Glovo, clientes e parceiros da Glovo Portugal podem usufruir de passeios ilimitados e acesso à rede de soluções de mobilidade eletrónica partilhada da Frog por 70 euros por mês, no primeiro mês, passando depois a 100 euros mensais.

Para Ricardo Batista, responsável da Glovo em Portugal, esta iniciativa permite oferecer aos principais parceiros “vantagens adicionais que ajudarão a tornar a sua vida e mobilidade mais fácil, dentro das cidades”, acrescentando que este é também “mais um passo dado rumo ao objetivo carbono neutro estipulado para 2021″. Já Pedro Guedes, responsável pela Frog em Portugal, sublinha: “A atual situação socioeconómica que Portugal atravessa, e a necessidade de reinventarmos negócios e, com isso, sermos capazes de gerar trabalho, levou a Frog Portugal a abordar a Glovo Portugal”.

A parceria entre as duas empresas, refere a Frog, surgiu tendo em conta três fatores: a crescente procura de serviços de entrega em casa de comida e outros produtos — especialmente com a situação de pandemia –, a procura por meios de transporte mais sustentáveis e a necessidade de “criar novas oportunidades para os estafetas Glovo que nem sempre conseguem suportar o custo de possuir e operar um motociclo”.

Em Portugal desde abril do ano passado, a Frog tem origem nos Estados Unidos e faz parte de uma das empresas de micromobilidade a operar em Lisboa. Já a Glovo está em Portugal desde outubro de 2017 (em Lisboa e no Porto), conta com mais de nove milhões de utilizadores e mais de 20 mil parceiros e está presente em 300 cidades.