A Farfetch, a plataforma tecnológica líder global para a indústria da moda de luxo, acaba de lançar mais uma edição do Pulg-In, o programa de estágios remunerados, onde os candidatos selecionados têm a oportunidade de trabalhar com mentores da empresa.

“Na Farfetch, vão aprender e participar no desenvolvimento de uma plataforma tecnológica, integrados em equipas internacionais, em áreas críticas para o nosso negócio e onde trabalhamos todos os dias em soluções disruptivas e de enorme valor, que estão a revolucionar a indústria da moda e o futuro do comércio online. Tudo isto com o apoio de mentores da Farfetch, que proporcionam momentos de aprendizagem ainda mais enriquecedores”, explica Cipriano Sousa, CTO da Farfetch.

O Plug-In já recebeu 142 estagiários em quatro edições e tem uma taxa de retenção superior a 90%. “Os números comprovam a robustez do programa, que procura as melhores competências técnicas, mas também o fit com a cultura e forma de trabalhar da Farfetch”.

Cartaz da iniciativa

“Estamos à procura de perfis dentro das áreas de Tecnologia, Produto e Data [dados], sendo muito importante que os candidatos demonstrem curiosidade para adquirirem novos conhecimentos, capacidade de adaptação a um contexto dinâmico, assumam o ownership [a propriedade] do seu próprio desenvolvimento e que consigam trabalhar em rede num contexto informal, embora exigente”, afirma Ana Sousa, VP People da Farfetch.

Em época de pandemia o reforço na aposta do talento permanece. “Não sabemos que restrições podem estar em prática daqui a cinco meses, mas estamos preparados para fazer o onboarding [a integração] deste grupo de forma remota, caso seja necessário”, sublinha Ana Sousa, acrescentando que a prioridade se centra na segurança física e psicológica das pessoas e no respeito de todas as medidas importas pelo Governo e pelas autoridade de saúde. “A flexibilidade já era uma realidade na Farfetch antes da pandemia, por isso adaptamo-nos rapidamente a esta nova realidade”, defende.

És rapariga e vais entrar na Universidade? A Farfetch vai dar mentoria a 10 alunas durante um ano

A iniciativa Pulg-In vai na quinta edição e arranca em 2020 com 40 vagas disponíveis para recém-graduados nas áreas de Tecnologia, Produto e Data. O programa de estágios remunerados tem a duração de 6 meses, em contexto real de desenvolvimento de projetos, com um acompanhamento muito próximo de especialistas de diversas áreas da Farfetch.  Tem data prevista de arranque em outubro nos escritórios da Farfetch em Lisboa, Porto e Braga e as candidaturas estão abertas até ao fim do mês de agosto.