Na tabela classificativa, quatro pontos separavam Bayern Munique e Borussia Dortmund à entrada para o Der Klassiker desta terça-feira. Na contabilidade dos últimos anos, diversos títulos dão superioridade ao Bayern Munique em relação ao Borussia Dortmund. E nas ambições europeias, a vantagem do Bayern Munique em relação ao Chelsea nos oitavos de final da Liga dos Campeões e a eliminação do Borussia Dortmund às mãos do PSG criam um fosso entre as duas equipas. Mas existem pontos de contacto entre os dois gigantes do futebol alemão.

À cabeça, as referências ofensivas. Na antecâmara do clássico desta terça-feira, Lewandowski e Haaland já eram os únicos jogadores na Europa que marcaram mais de 40 golos em todas as competições esta temporada. Os números, aliás, são iguais para ambos: 35 jogos, 41 golos. A diferença entre um e outro surge principalmente na Bundesliga, onde o norueguês chegou apenas em janeiro e soma 10 golos em 10 jogos. Só na liga alemã, o avançado polaco já marcou 27 vezes e está empatado com Ciro Immobile, da Lazio, na corrida pela Bota de Ouro europeia. Apesar das semelhanças entre Lewandowski e Haaland, o treinador do Bayern garante que ainda não é altura para comparar o jovem de 19 anos ao polaco.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.