Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

É um mal-entendido que a vida trata de desfazer: ao contrário do que Hollywood nos ensina, as histórias de amor não acabam com o primeiro beijo. Esse é apenas o início. O mais difícil vem depois.

A ideia deste pequeno prelúdio – cheio de sabedoria, já agora – é introduzir o novo especial da humorista australiana Hannah Gadsby, que acaba de se estrear na Netflix. Não que o género seja romance; é comédia. Embora até esse termo seja polémico – já veremos porquê. “Douglas” é, nas palavras da própria, o seu “difícil segundo álbum”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.