A depressão tropical Amanda causou pelo menos 14 mortos no domingo em El Salvador, desalojou 1.200 famílias e provocou danos em quase um milhar de habitações, informou o governo.

Nos departamentos de La Libertad, San Salvador, Sonsonate e San Vicente, foram instalados 51 abrigos para mais de 1.200 famílias.

O ministro do Interior, Mario Durán, indicou que quatro pessoas também estão desaparecidas.

Por sua parte, o autarca de San Salvador, Ernesto Muyshondt, informou que quatro mil pessoas foram retiradas da capital.

As inundações e deslizamentos de terra gerados pelas fortes chuvas nas primeiras horas deste domingo danificaram 900 casas – a maioria em San Salvador –, 50 das quais ficaram completamente destruídas.