268kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Cascais proíbe venda de bebidas alcoólicas nos postos de combustíveis depois das 20h

Este artigo tem mais de 1 ano

Depois de filas de jovens nas bombas de gasolina e alguns desacatos para compra e consumo de álcool, a Câmara de Cascais proibiu a venda de bebidas alcoólicas entre as 20h e as 8h.

i

Os jovens não cumpriram as regras de distanciamento ou a proibição de ajuntamentos de mais de 10 pessoas

Os jovens não cumpriram as regras de distanciamento ou a proibição de ajuntamentos de mais de 10 pessoas

A Câmara de Cascais proibiu na segunda-feira a venda de bebidas alcoólicas nas bombas de combustíveis do concelho, a partir das 20h, depois de vários jovens se terem deslocado aos postos de abastecimento sem respeitar as normas de saúde pública.

A medida consta de um despacho assinado por Carlos Carreiras, o presidente da Câmara de Cascais, partilhado no seu perfil do Facebook, e estará em vigor durante o período do estado de calamidade, entre as 20h e as 8h.

Esta proibição surge depois de terem sido divulgadas imagens de filas de jovens que pretendiam comprar bebidas alcoólicas junto a uma bomba de combustível no Estoril, que não cumpriam as regras de distanciamento ou a proibição de ajuntamentos de mais de 10 pessoas.

Segundo o despacho, por razões de saúde pública, muitos bares e discotecas do concelho permanecem fechados, o que leva a um aumento da procura de bebidas alcoólicas noutros locais. O despacho refere ainda que o consumo de álcool em excesso tem originado desacatos no concelho.

Os estabelecimentos que não cumprirem esta medida correm o risco de ser encerrados, refere ainda o documento.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.