A 2ª edição da Porto Food Week, iniciativa gastronómica que nasceu em Lisboa em 2016, estava agendada para o fim do mês de março, mas teve que ser adiada devido à pandemia da Covid-19. Em época de desconfinamento, a organização avança novas datas e um programa muito semelhante ao original, com rotas – grelhados, arrozes e novos restaurantes –, almoços, jantares, demonstrações e conversas gastronómicas, que vão da critica gastronómica ao impacto da comida no nosso cérebro.

Nesta “safe edition”, que acontece de 12 a 20 de junho, a Porto Food Week aposta nas redes sociais para partilhar conversas e demonstrações, mas também na possibilidade de provar diferentes menus em formato take away ou delivery.

Há 16 restaurantes participantes e mais de 20 chefs envolvidos numa semana que arranca com uma das especialidades da cidade: a francesinha. O jantar “Francesinha à Mesa” realiza-se nos restaurantes Cervejaria Brasão, nos Aliados e na Foz, e além da famosa sanduíche de enchidos regada com um molho picante, o menu inclui também rissóis de carne, cogumelos e trufa, mousse de chocolate e avelã ou natas do céu.

Durante o fim de semana, as rabanadas serão as estrelas da companhia no restaurante Terminal 4450, em Leça da Palmeira. Arnaldo Azevedo, Nuno Castro ou Tiago Bonito são alguns dos chefs que vão reinterpretar a receita original com ingredientes surpreendentes como o gelado de queijo da serra, o açafrão, manjericão ou a maçã verde.

“Novo Porto” é o mote do jantar a 13 de junho que junta três novos e arrojados restaurantes da cidade: Almeja, Atrevo e Apego. As três moradas, situadas na baixa da cidade, apresentam menus que são uma vénia à gastronomia local e à valorização do produto. Já “Das Tripas Coração” é a habitual homenagem às Tripas à Moda do Porto. Será na Adega de S. Nicolau, na Ribeira, e no restaurante Líder, nas Antas, que poderá provar este prato tradicional portuense.

O chef Vasco Coelho Santos, do Semea by Euskalduna, vai inspirar-se na sua ligação ao mar para confecionar um jantar a 16 de junho, onde os moluscos e bivalves serão protagonistas. Ao seu lado terá Tânia Durão, do restaurante Atrevo, e Pedro Moura Bessa, do restaurante Panda.

As mulheres têm ganho cada vez mais espaço nas cozinhas profissionais. A 18 de junho, no restaurante Cruel, na Picaria, vai poder provar um menu pensado e preparado pelas chefs Joana Duarte e Margarida Rego. “Criatividade, sabor e muito poder feminino são nomes já confirmados para esta noite. Para mulheres e homens, maiores de 18 anos, uma experiência científica gastronómica sobre memória e emoção, tudo isto no feminino. E, claro, não aconselhável para quem gosta de ‘comer e bazar’”, pode ler-se no programa.

Petiscos icónicos harmonizados com cerveja nacional é o que promete o jantar de 19 de junho nos restaurantes Bacalhau, do chef João Pupo Lameira, Mito, do chef Pedro Braga, e Oficina, do chef Marco Gomes. Para fechar a semana mais gulosa do ano, a Ordem da Cabidela promove um jantar especial no restaurante In Diferente.

A Food Week é um evento organizado pela Edições do Gosto que começou em Lisboa, em 2016, e no ano passado estendeu-se até ao Porto, onde recebeu cerca de mil pessoas.