A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira pretende concluir até 2023 o prolongamento do caminho pedonal ribeirinho entre Alverca e o Sobralinho, uma intervenção orçada em cerca 8,9 milhões de euros, foi anunciado este sábado.

“Será mais um importante e significativo contributo para a conexão linear da margem ribeirinha, na ambição da requalificação dos 22 quilómetros de frente ribeirinha da margem direita do Tejo, do concelho de Vila Franca de Xira”, sublinha a autarquia do distrito de Lisboa, em comunicado.

A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira perspetiva lançar o concurso público da empreitada até ao final do ano, podendo assim iniciar a obra em 2021.

A conclusão da obra, orçada em cerca de 8,9 milhões de euros, está prevista entre 2022 e 2023.

O projeto prevê a expansão do caminho pedonal ribeirinho entre Alverca do Ribatejo e o Sobralinho, uma extensão de cerca de seis quilómetros, que contemplará a existência de sete trilhos (cinco ribeirinhos e dois interiores) e duas zonas singulares (Passadiços dos Salgados e Praia dos Tesos).

Estes percursos serão pedonais e cicláveis.

A autarquia anunciou, igualmente, a existência de dois projetos complementares para a construção de duas passagens superiores pedonais sobre a linha ferroviária, correspondente à infraestrutura da Linha do Norte, e uma passagem superior rodoviária e pedonal do Adarse e vias complementares.

Ambos os projetos estão em fase de estudo prévio e implicam um investimento global de cerca de 6,6 milhões de euros.