O internacional português Nani, do Orlando City, afirmou esta quarta-feira estar “confiante” com o regresso da liga norte-americana de futebol, suspensa devido à covid-19, com um torneio com início a 08 de julho, no complexo da Walt Disney, na Florida.

“É muito importante para os jogadores não ficar uma temporada sem competir. O torneio vai permitir a todos os jogadores mostrarem as suas qualidades e poder competir a sério, pois todas as equipas vão querer ganhar”, referiu Nani ao sítio do clube.

A liga norte-americana foi interrompida a 12 de março, por causa da pandemia de covid-19, depois de terem sido disputadas apenas duas jornadas, e o regresso vai ser num formato inovador, com todas as equipas alojadas num único ‘resort’ e sujeitas a um rigoroso protocolo sanitário.

“Vai ser um torneio muito competitivo e bom para todos nós que já estamos há muito tempo sem competir. É importante jogar para manter a forma e evoluir”, considerou Nani, mostrando-se “confiante” nas condições criadas para o regresso dos jogos em segurança.

Cada clube vai disputar três jogos no seu grupo e o torneio vai decorrer durante 16 dias consecutivos, com os resultados a contarem para a época regular, que vai arrancar mais tarde.

As melhores 16 equipas vão avançar para uma ronda de eliminatórias e o vencedor do torneio vai ganhar um lugar na Liga dos Campeões da CONCACAF, em 2021. Depois de concluído o torneio, as equipas vão recomeçar a época regular nos seus estádios de origem.

Nani, de 33 anos, afirmou que o Orlando City está a “treinar forte” e espera que, neste torneio, já possa “estar melhor do que no início da época” e prometeu aos sócios “ganhar jogos, dar muitas alegrias, e mostrar um futebol evoluído”.

Numa altura em que os espetadores não podem ir aos estádios, devido às normas sanitárias, Nani espera que os adeptos do orlando City “desfrutem dos jogos”, pois “este torneio constitui uma boa oportunidade para que possam voltar a ver a equipa a jogar”.

“Já estamos sem desporto há algum tempo devido à pandemia e vai ser um alívio para as pessoas que estão em casa saber que vai haver jogos. Os adeptos ficarão satisfeitos porque vão poder mudar os canais e encontrar futebol”, adiantou.

Nani disse ainda que “o plano dos médicos tem sido fantástico”, “têm trabalhado muito bem e os jogadores sentem-se seguros.

“As condições do torneio também são seguras e vamos poder estar bem e fazer um torneio espetacular”, concluiu o extremo português.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 411 mil mortos e infetou mais de 7,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (112.006) e mais casos de infeção confirmados (mais de 1,9 milhões).