O Governo da Madeira disponibiliza a partir de quinta-feira uma série de 22 vídeos intitulada “em viagem – comentada”, baseada na exposição com o mesmo nome, que esteve patente até maio no Funchal, informou esta quarta-feira o executivo.

“Pretendemos com esta iniciativa enaltecer a diversidade existente na interpretação, circunstância que caracteriza a condição da própria liberdade que decorre da arte, enfatizando aquilo que cada um entende, interioriza e desfruta, neste caso, da expressão cultural”, refere o secretário regional do Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, em nota de imprensa.

A exposição “em viagem”, promovida pelo executivo regional e considerada um dos maiores projetos coletivos de arte contemporânea dos últimos anos na Madeira, foi inaugurada em julho de 2019 e esteve patente até maio de 2020, na Quinta Magnólia – Centro Cultural, no Funchal.

O projeto reuniu obras de 22 artistas madeirenses: Carla Cabral, Susana Figueira, Pedro Berenguer, Miguel Ângelo Martins, Bárbara Sousa, Emanuel Sousa, Carolina Vieira, Mariana Marote, Bruno Côrte, Daniel Melim, Tiago Casanova, Martinho Mendes, Paulo Freitas, Ricardo Barbeito, Cristiana Sousa, Sérgio Benedito, Nuno Henrique, Hugo Brazão, Sílvio Cró, Dayana Lucas, Hélder Folgado e Desidério Sargo.

A partir desta quinta-feira, o público terá acesso às obras de cada um dos artistas em formato vídeo, nas diversas plataformas digitais do Governo Regional.

“Com este projeto, queremos afirmar uma cultura mais acessível e mais apelativa”, refere Eduardo Jesus, reforçando: “Apresentamos 22 vídeos, que abrangem cada uma das obras que estiveram expostas, facilitando desta forma a ‘leitura’ dos trabalhos e naturalmente, uma maior fruição e compreensão”.

O secretário regional do Turismo e Cultura realça que a opção pela obra comentada em vídeo permite criar o registo de uma “exposição magnífica”, bem como de um grupo de “artistas plásticos madeirenses talentosos”, alguns dos quais residem fora do arquipélago.

“Para a concretização do projeto, foram convidados vários artistas plásticos, investigadores, professores universitários e críticos de arte, que, em breves minutos, procuram explicar a obra, as escolhas do artista e o seu percurso artístico”, refere.