Dark Mode 169kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Rutura de barragem no Brasil obriga várias famílias a saírem de suas casas

A rutura da barragem na cidade de Sairé, no nordeste do país, após fortes chuvas registadas na região, obrigou a que várias famílias fossem retiradas das suas casas na segunda-feira.

i

O portal de notícias G1, que citou a Defesa Civil da região, indicou que mais de mil pessoas tiveram de ser retiradas das suas residências devido à força da água

LUSA

O portal de notícias G1, que citou a Defesa Civil da região, indicou que mais de mil pessoas tiveram de ser retiradas das suas residências devido à força da água

LUSA

Várias famílias foram retiradas na segunda-feira das suas casas, devido à rutura de uma barragem no estado brasileiro de Pernambuco, na sequência de fortes chuvas registadas na região, disse um responsável local.

A rutura da barragem na cidade de Sairé, no nordeste do país, foi confirmada pelo autarca do município, que afirmou nunca ter visto uma “quantidade de água” tão elevada na região. Localidades vizinhas como Barra de Guabiraba e Cortês estão também a ser afetadas.

A estrutura que ruiu situava-se no rio Sirinhaém, que atravessa várias cidades pernambucanas.

“Essa barragem já tinha 20 anos de construção e, infelizmente, não aguentou o volume das chuvas. (…) A prefeitura tem tomado as precauções, e está a comunicar aos ribeirinhos e a mandar o alerta para os [municípios] vizinhos. Essa quantidade de água nunca foi vista na cidade”, afirmou o prefeito de Sairé, Fernando Pergentino, num vídeo partilhados nas redes sociais.

Ainda não há informações sobre a existência de feridos ou vítimas mortais.

Já a prefeitura da cidade de Barra de Guabiraba, vizinha de Sairé, lançou um apelo nas redes sociais, para que os moradores procurem um lugar seguro, longe das áreas atingidas pela rutura da barragem.

“Alerta! A Defesa Civil solicita aos moradores das áreas ribeirinhas que retirem os seus pertences das suas residências, e sigam para a casa de parentes ou amigos, em áreas afastadas do rio. Após rompimentos de barragem no município de Sairé, a situação pode-se agravar. Estamos a avaliar a situação e voltaremos a comunicar”, indicou a prefeitura num comunicado divulgado na rede social Facebook.

O portal de notícias G1, que citou a Defesa Civil da região, indicou que mais de mil pessoas tiveram de ser retiradas das suas residências devido à força da água.

Contudo, em declarações à Lusa, a Defesa Civil de Pernambuco não confirmou a quantidade de pessoas desalojadas ou que foram obrigadas a sair de suas casas por precaução, informando que na manhã desta terça-feira vai enviar para o local várias equipas técnicas para avaliar a situação.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.