Emma Watson está entre os mais recentes elementos a integrar o conselho de administração da Kering, grupo detentor de marcas de luxo como Gucci, Saint Laurent, Balenciaga, Bottega Veneta e Alexander McQueen. A atriz britânica, que fez carreira no cinema depois de desempenhar o papel de Hermione Granger na saga “Harry Potter”, foi convidada pelos acionistas para participar na direção estratégica do grupo enquanto ativista ambiental, especialmente ativa no universo da moda.

Aos 30 anos, Watson é também o rosto da Good On You, uma plataforma que classifica marcas e designers de forma a refletir o impacto ético e ambiental de cada um. Além disso, é uma das figuras públicas que representa o Green Carpet Challenge, um movimento que promove o uso de moda sustentável em grandes eventos do showbiz.

View this post on Instagram

Kering is proud to announce that Emma Watson is joining its Board of Directors, alongside Jean Liu and Tidjane Thiam. Their appointments have been approved by Kering’s shareholders during the Group’s Annual General Meeting, as proposed by the Board of Directors in March 2020. Emma Watson has also been appointed Chair of the Sustainability Committee of the Board of Directors. The combined wealth of experience and skillsets of these three well-known figures will be complementary assets to the Group, enhancing the quality of the work done by the Board of Directors. The latter will benefit from their contribution in defining the Group’s strategic orientations. “I am delighted to welcome Jean Liu, Tidjane Thiam and Emma Watson to our Board of Directors. Their respective knowledge and competence, the multiplicity of their backgrounds and perspectives will be invaluable additions to the reflections of Kering’s Board of Directors. The collective intelligence that comes from the diversity of point of views and the richness brought by different experiences are crucial to the future of our organization, and I am proud to add such impressive talents to the team.” François-Henri Pinault, Chairman and CEO of Kering. Click on the link in bio for more info. Photo by Carter Bowman @emmawatson

A post shared by KERING (@kering_official) on

Segundo o The Guardian, no que à sustentabilidade diz respeito, a Kering parte em vantagem em relação à sua principal concorrente, a LVMH. Contudo, marcas como a Gucci, a Saint Laurent e a Balenciaga continuam a receber comentários como “Ainda não é suficiente” ou “Já é um começo”, por parte da Good On You.

Com Emma Watson no conselho de administração, o objetivo passará por incorporar a preocupação com o meio ambiente e também com o impacto social da moda no planeamento do grupo. O contacto terá sido uma tentativa de colmatar a saída de Stella McCartney, provavelmente a marca de luxo mais ética a sustentável do mundo, que trocou a Kering pelo grupo da Louis Vuitton no início do ano.

Bilionário francês concretiza ajuda de 100 milhões para reconstrução de Notre-Dame

Mas a atriz, que é também Embaixadora da Boa Vontade da ONU, não é o único novo elemento a sentar-se à mesa com acionistas e administradores. Tidjane Thiam, ex-CEO do Credit Suisse, e Jean Liu, presidente da Didi Chuxing, a maior aplicação móvel de transporte de passageiros da China.

“O conhecimento, as competências e a multiplicidade de contextos e perspetivas que trazem vão ser contributos inestimáveis”, indicou François-Henri Pinault, CEO da Kering, em comunicado. No final de 2019, o grupo era responsável por empregar mais de 38 mil pessoas em todo o mundo. Nesse mesmo ano, a faturação foi de 15,9 mil milhões de euros, com um lucro de 2,3 mil milhões de euros.