Um vídeo no Instagram — foi esta a forma usada por Pablo Alborán para se assumir publicamente como homossexual, esta quarta-feira, ao início da tarde. “Estou aqui para vos dizer que sou homossexual, e não há problema, a vida continua na mesma. Preciso de ser um pouco mais feliz do que já sou”, começou por declarar o músico espanhol de 31 anos.

Durante mais de três minutos, Alborán fala sobre a descriminação de que foi alvo por parte de familiares, colegas e amigos, mas também sobre a expectativa de que a revelação pública possa servir de ajuda e incentivo a todos os que ainda não expressam livremente a sua sexualidade. “Infelizmente, há muita gente que não vive assim e, por isso, espero que esta mensagem sirva para tornar o caminho mais fácil para alguém”, referiu.

View this post on Instagram

????

A post shared by Pablo Alborán (@pabloalboran) on

A sexualidade de Alborán há muito que tem sido alvo de especulação por parte da opinião pública espanhola. O músico sempre recusou falar sobre o tema. A decisão de falar agora sobre o assunto não está dissociada do atual contexto global. O cantor fala numa fase para refazer planos e balanços.

“Vou continuar a centrar a minha vida pública no meu trabalho, na minha música, tentarei fazê-lo o melhor que sei, e com um respeito absoluto pela profissão e pelo público”, afirmou ainda o músico que conta já com dez anos de carreira. Em 2011, Alborán tornou-se uma figura popular junto do público português depois de ter gravado o tema “Perdóname” com Carminho.