Um cidadão estrangeiro, de 38 anos, suspeito de um crime de homicídio qualificado e sobre o qual recaía um mandado de detenção internacional emitido pelo Brasil foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) no Algarve, revelou esta quarta-feira fonte policial.

O homem de nacionalidade estrangeira foi localizado e detido nesta região do sul do país através da Unidade de Informação Criminal da PJ, disse à agência Lusa a mesma fonte.

Em comunicado, divulgado esta quarta-feira, a PJ explicou que a operação visou dar cumprimento a um mandado de detenção internacional, emitido pelas autoridades judiciárias competentes, do Brasil, que recaía sobre este indivíduo.

O homem é “suspeito da prática de um crime de homicídio qualificado, punível com pena de prisão até 30 anos naquele país”, acrescentou a polícia.

Os factos de que o homem é suspeito remontam a abril de 2019 e “foram praticados com o recurso a uma arma de fogo”, pode ler-se também no comunicado.

A fonte da PJ contactada pela Lusa explicou que suspeito foi já presente ao Tribunal da Relação de Évora e encontra-se agora “em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Lisboa”, a aguardar os ulteriores termos do processo de extradição.