A “Ignitis ON: get to know Lithuania” é uma competição anual aberta apenas a veículos eléctricos, mas divididos por várias categorias, consoante a capacidade da bateria. A corrida tem lugar em Druskininkai, segundo a imprensa local, uma cidade termal no sul do país, rodeada por florestas, rios e lagos, tendo como patrocinador a Ignitis, uma empresa estatal na área da energia.

Na categoria A, reservada a modelos com packs de baterias com capacidade superior a 50 kWh, eram vários os participantes no que incluía um percurso de 500 km que, se percorrido a um ritmo superior, deveria obrigar a uma paragem para recarregar os acumuladores. Contudo, a necessidade de prolongar esta paragem, além de depender da velocidade de recarga, varia igualmente consoante a necessidade de energia, pois um veículo mais eficiente em termos energéticos precisará de descarregar da rede uma menor quantidade de energia.

Tudo indicava que, à partida, a vitória iria ser disputada entre o Porsche Taycan Turbo e o Tesla Model 3 Long Range, numa batalha que tem tudo de desequilibrado pois, a preços portugueses, o eléctrico alemão obriga a um investimento de 159 mil euros e monta uma bateria com 93,4 kWh, contra o mais pequeno rival americano (4,69 metros de comprimento versus 4,96 m do Porsche), que custa apenas 59.600€ e monta um acumulador com 75 kWh.

Com 233 km/h para o Model 3 e 260 km/h para o Taycan, os dois modelos lidavam sem problemas com um percurso a um ritmo mais vivo, certamente cumprindo minimamente a legislação local, pelo que a corrida se resumiria à autonomia fruto do ritmo imposto, aliada ao tempo para armazenar a energia necessária para completar os 500 km. Aqui o Porsche tinha do seu lado a vantagem de ser capaz de recarregar com uma potência superior (270 kW contra 250 kW do Tesla), mas o Model 3 anuncia uma autonomia de 560 km, contra 450 km do carro alemão. Isto significa que o Tesla percorre uma distância 24,4% superior entre recargas, apesar de montar uma bateria 20% mais pequena. Ambas as vantagens explicam a maior eficiência do Model 3.

No final, o Tesla Model 3 Long Range percorreu os 500 km, incluindo uma paragem para recarregar parcialmente a bateria, em 5 horas, 46 minutos e 7 segundos, ultrapassando o Porsche Taycan Turbo, que necessitou de mais de um minuto para realizar o mesmo percurso, que completou em 5.47,17. Ou seja, mesmo a ser mais rápido e a recarregar mais depressa, o Taycan demorou mais tempo a cumprir a prova.