Os Estados Unidos registaram 568 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 119.654 o número de óbitos desde o início da epidemia no país, indicou a Universidade Johns Hopkins.

De acordo com os números contabilizados diariamente por aquela universidade, sediada em Baltimore (leste), até às 20:30 de sábado (01:30 de domingo em Lisboa), os Estados Unidos tinham identificado oficialmente mais de 2,2 milhões de infeções.

Nos últimos dez dias, as autoridades norte-americanas contaram menos de mil óbitos diários no país, que continua a ser o mais atingido em todo o mundo pela doença causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Cerca de duas dezenas de estados norte-americanos estão a detetar um aumento de casos de covid-19, com o centro da epidemia a deslocar-se de Nova Iorque e do nordeste do país para o sul e o oeste.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 461 mil mortos e infetou mais de 8,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China. Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.