A Autoridade Marítima Nacional anunciou este domingo a realização de uma operação de fiscalização noturna nas praias da Arrábida, no distrito de Setúbal, durante a qual dispersou ajuntamentos de jovens e resgatou um homem no ilhéu do Cambalhão.

Em comunicado publicado na sua página da internet, a Autoridade Marítima Nacional (AMN) explica que esta operação tinha como objetivo “interceder diretamente junto de aglomerados de cidadãos que se concentravam nas praias da Arrábida”.

“Tem sido uma corrida contra o tempo”. Telefone da PSP não pára com denúncias de festas ilegais e ajuntamentos

“Os elementos da Polícia Marítima detetaram dezenas de aglomerados de jovens que se concentravam nos areais, junto de rochedos e vegetação das praias da Arrábida, designadamente no Creio (Portinho da Arrábida), Coelhos, Galapinhos, Figueirinha e Albarquel, em convívio”, adianta a AMN.

A nota acrescenta que a Polícia Marítima de Setúbal “abordou os jovens no sentido de os sensibilizar para o cumprimento das regras” e que estes “acataram as indicações das autoridades e acabaram por dispersar”.

Depois de festa ilegal em Carcavelos, PSP dispersou ajuntamentos no Porto e em Braga

Entretanto, após o término desta operação a Polícia Marítima levou a cabo uma ação para localizar um homem que se encontrava encalhado no ilhote do Cambalhão, a bordo de uma embarcação de recreio.

Segundo a AMN, o homem foi localizado no areal do ilhote e tentava proteger-se do frio com toalhas de praia molhadas. “O homem encontrava-se calmo e sem ferimentos, tendo sido transportado em segurança para a marina de Troia”, conclui a nota.