Dois membros da campanha de Donald Trump testaram positivo para a Covid-19 depois de terem participado num comício em Tulsa, Oklahoma, no passado sábado, aumentando, assim, para oito o número de casos entre a equipa do presidente norte-americano, avançou a Reuters.

O porta-voz da campanha, citado pela agência de notícias, revelou que estes dois novos casos foram detetados depois de uma nova ronda de testes ao “staff” da campanha em Tulsa. “Estes membros estiveram no comício mas usaram máscaras durante todo o evento”, acrescentou.

Seis elementos envolvidos na montagem do comício em Tulsa, Oklahoma, já tinham testado positivo para a Covid-19 durante uma testagem de rotina. No total, oito membros da campanha de Donald Trump estão infetados.

Trump volta aos comícios. Seis membros do staff testaram positivo pelo novo coronavírus

Apesar dos avisos das autoridades de saúde para evitar aglomerados de pessoas devido à maior probabilidade de contágio da Covid-19, Donald Trump afastou as preocupações antes do comício que juntou milhares de pessoas, a maioria sem máscara de proteção. O presidente norte-americano esperava um milhão de inscrições para o comício, mas o estádio para 19 mil ficou com um terço dos lugares vazios e o evento no exterior foi cancelado por falta de adesão.