A cidade de Tomar vai ser palco de 65 espetáculos gratuitos com artistas com ligação ao concelho a partir de sexta-feira para apoiar os setores da cultura e do comércio e restauração, afetados pela pandemia de Covid-19.

O projeto Tomar ComVida (www.tomarcomvida.com), que foi apresentado publicamente na segunda-feira pela autarquia (distrito de Santarém), foi desenvolvido pelo município e várias empresas que, no concelho, operam na área da cultura/entretenimento.

Em comunicado, a Câmara de Tomar explica que o programa surgiu de uma necessidade de “retomar a prática cultural e de entretenimento da cidade, e de apoiar não só o setor da cultura e entretenimento local, mas também o da economia local, nomeadamente o comércio e a restauração”.

O espetáculos decorrerão no Jardim do Mouchão e na Praça da República, aos fins de semana, a partir de sexta-feira e até 26 de setembro.

O município destaca que todo o projeto foi desenvolvido de acordo com as regras de segurança estabelecidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), cujas orientações estão disponíveis na página da autarquia na internet.

“Também para garantir a segurança e o distanciamento recomendado, a lotação máxima no Jardim do Mouchão será de 200 lugares sentados e na Praça da República de 100 lugares sentados. Em ambos os locais os lugares serão numerados correspondendo, de forma intransmissível, ao portador do ingresso”, é referido.

A participação, apesar de gratuita, requer o levantamento de ingressos (limite de dois bilhetes por pessoa) que serão disponibilizados, à segunda-feira, no Posto de Turismo. Porém, para os eventos deste fim de semana os bilhetes estão disponíveis a partir de quarta-feira.

O programa arranca com a atuação dos Superbriga e dos Sede, na sexta-feira, e com os Fé Lusitana, os The Real Beavers e os Pão de Ló no sábado.