É considerada uma hipótese em 50 milhões, mas é o caso de uma mulher no Reino Unido que descobriu que estava grávida de gémeos em dois úteros separados, relata o jornal britânico “The Guardian” esta sexta-feira.

Kelly Fairhurst, de 28 anos, apenas descobriu que tinha dois úteros quando se submeteu a uma ecografia às 12 semanas de gestação, apesar de já ter estado grávida duas vezes.

A malformação, que consiste em duas cavidades uterinas, tem o nome de útero didelfo e é considerada pela comunidade médica como uma hipótese em 50 milhões.

“Quando fui fazer a ecografia fiquei muito surpresa por saber que tinha dois úteros”, revelou em entrevista ao The Sun.

Uma especialista em obstetrícia do Hospital St. George em Londres, afirmou ao jornal britânico que a condição é muito rara, mas que as mulheres, na sua maioria, desconhecem ter anomalias uterinas.

Segundo Asma Khalil, a malformação pode passar despercebida em ecografias de mulheres que já estiveram grávidas porque a forma do útero altera-se durante esse processo.

De acordo com a imprensa britânica, os médicos que estão a seguir o caso já colocaram a hipótese de Kelly Fairhurst ter dois partos em momentos diferentes e o plano é que os bebés nasçam por cesariana.