O número de vítimas mortais do surto de Covid-19 no lar de Reguengos de Monsaraz (Évora) subiu esta segunda-feira para quatro com a morte de uma mulher de 91 anos, informou a câmara municipal.

A idosa, testada positiva à Covid-19, morreu esta segunda-feira de manhã no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), onde se encontrava internada, de acordo com o mais recente boletim de atualização emitido pela Autoridade Municipal de Proteção Civil.

Trata-se da segunda vítima mortal registada entre utentes internados no HESE, depois de os dois primeiros óbitos terem ocorrido entre aqueles que permaneciam no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS).

O boletim divulgado esta segunda-feira atualiza ainda para 134 o total de casos ativos (mais seis do que no domingo) no surto detetado no dia 18 deste mês no lar da FMIVPS.

Dos 134 casos ativos, 93 dizem respeito ao foco detetado no lar, divididos entre 71 utentes e 22 funcionários, e subiu para 41 os casos ativos na comunidade, contra 35 no dia anterior.

Fonte do Hospital do Espírito Santo de Évora adiantou esta segunda-feira à Lusa que o número de internados na unidade, provenientes do surto em Reguengos de Monsaraz, subiu para 13 (eram 11 no domingo), três dos quais na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).

Entre os internados encontram-se 12 utentes do lar, dois dos quais em UCI, onde permanece, também, o único profissional da fundação a necessitar de cuidados hospitalares.

Todos os restantes profissionais infetados recuperam nas suas residências, enquanto os utentes não internados dividem-se entre o lar, que foi transformado em instalações com características hospitalares, e alguns em residências próprias ou de familiares, referiu à Lusa fonte do município.

Os números dizem respeito a um universo de cerca de 1.220 testes com resultados conhecidos até ao final de domingo, dia em que foram conhecidos 70 resultados, estando previsto para segunda-feira e terça-feira a realização de mais cerca de 400 testes.

Os testes na comunidade continuam a ser realizados na Área Dedicada à Covid-19 de Reguengos de Monsaraz, instalada nos Pavilhões Multiusos do Parque de Feiras e Exposições, de acordo com as decisões da Autoridade de Saúde Pública.

Portugal contabiliza pelo menos 1.564 mortos associados à Covid-19 em 41.646 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).