O volume de negócios no comércio a retalho caiu 13,1% em maio, em termos homólogos, recuperando 9,1 pontos percentuais (p.p.) quando comparado com abril, anunciou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em abril, a queda do volume de negócios no comércio a retalho tinha sido de 22,2%, face a igual mês do ano anterior, refere o INE.

A evolução do índice no mês de maio resultou de um aumento de 1,3% nos produtos alimentares – depois de uma diminuição de 4,8% no mês anterior – e de uma queda de 24,4% no volume de negócios dos produtos não alimentares (-35,5% em abril).

Em maio, os índices de emprego, de remunerações e de horas trabalhadas apresentaram quedas homólogas de 3,1%, 7,1% e 22,2%, respetivamente, contra descidas de 2,1%, 5,2% e 30,8% em abril, pela mesma ordem.