A Câmara Municipal de Vila do Conde pretende integrar artistas locais, de áreas variadas, na programação cultural de verão, promovendo espetáculos num espaço drive-in criado junto à foz do rio Ave.

Fonte da autarquia confirmou à agência Lusa que já foram desenvolvidos contactos nesse sentido, nomeadamente, com a Comissão Permanente para a Cultura de Vila do Conde (CPCVC), um grupo informal de profissionais das artes de Vila do Conde, que fora criado em maio.

Em comunicado, a CPCVC, que engloba cerca de 60 profissionais das áreas da música, dança, teatro, circo, artes visuais, cinema e literatura, revelou que se reuniu com a presidente da câmara municipal local, Elisa Ferraz, dando a conhecer as “preocupações perante o momento de grande asfixia que o setor cultural vive”.

“Ciente da urgência de implementação de medidas políticas estruturadas e abrangentes para o setor da cultura, mas também da importância da construção de um diálogo alicerçado no conhecimento e proximidade do tecido artístico local, a CPCVC propõe-se a intervir como parceiro permanente na discussão de políticas culturais com a Câmara Municipal de Vila do Conde”, pode ler-se no comunicado.

A CPCVC lembrou que a “crise provocada pela pandemia, que paralisou toda a atividade cultural, expôs a fragilidade estrutural de todo o setor dos profissionais das Artes”, defendendo uma “estratégica de longo prazo onde todos os agentes são implicados na definição de uma política cultural plural”.

Nesse sentido, e apesar das restrições provocadas pela pandemia de Covid-19, a autarquia vila-condense pretende fazer parte da solução, acolhendo diferentes espetáculos, sobretudo no espaço drive-in criado junto à foz do rio Ave, no terreno da antiga “Seca do Bacalhau”, e que está em funcionamento desde o início do mês de junho.

O local tem capacidade para acolher mais de 150 carros, permitindo à população assistir a sessões de cinema, espetáculos de música, dança ou teatro e até jogos de futebol transmitidos pela televisão, sem necessidade de saírem dos seus veículos.

A câmara vila-condense tem ainda previsto uma animação em diferentes pontos da cidade, que pode acontecer sem que as pessoas o prevejam, com diferentes atividades lúdicas e culturais.