Os funcionários do Laboratório Nacional de Los Alamos, uma das principais instalações de investigação nuclear nos Estados Unidos da América (EUA), estão a investigar uma potencial exposição de trabalhadores a plutónio, foi esta terça-feira anunciado.

O Laboratório Nacional de Los Alamos, no Novo México, anunciou esta terça-feira que pelo menos 15 funcionários estão a ser avaliados depois de uma brecha que envolveu uma caixa de luvas e que estava a ser utilizada para manusear o plutónio.

O incidente aconteceu em junho.

O espaço onde se encontrava o plutónio foi protegido para garantir que não havia quaisquer riscos para a saúde ou para a segurança pública, explicaram, em comunicado, os trabalhadores deste laboratório à Associated Press.

“Os funcionários do laboratório responderam rápido e adequadamente, e limparam a sala de maneira segura”, explicita a nota.

Ainda não é possível saber quando tempo vai demorar a investigação e que mudanças podem vir a ser feitas para evitar um incidente semelhante.

Los Alamos, inaugurado em 1943, ainda decorria a II Guerra Mundial, estava a preparar o aceleramento da produção de núcleos de plutónio, que são utilizados para ativar o armamento nuclear dos Estados Unidos.

O laboratório pertencente ao Departamento da Energia norte-americano tem como objetivo, até 2026, a produção de 30 núcleos deste tipo por ano.

Esta intenção atraiu as críticas de organizações de vigilância nuclear, que há vários anos demonstram preocupações relativamente à segurança deste laboratório.

As autoridades norte-americanas também manifestaram receios relativamente à capacidade do governo de limpar os locais contaminados há várias décadas, decorrente da construção de armamento nuclear e pesquisa de novos instrumentos bélicos.

Los Alamos, que se tornou um enorme complexo de investigação nuclear, começou por ser uma instalação secreta nas montanhas do Novo México, onde cientistas e militares norte-americanos se reuniram para desenvolver o “Projeto Manhattan”, responsável pela criação da primeira bomba atómica.