O atendimento online através do portal dos serviços públicos registou 15 milhões de acessos entre fevereiro e meados de junho, mês em que houve 98.000 novas adesões à Chave Móvel Digital, informou esta quarta-feira a ministra da Modernização do Estado.

A ministra Alexandra Leitão esteve esta quarta-feira a prestar contas aos deputados na comissão parlamentar que segue o Poder Local.

Alexandra Leitão realçou que “os números mostram que os portugueses estão a recorrer cada vez mais ao online” e que há 1,7 milhões de adesões à Chave Móvel Digital (CMD).

Destas, 1,2 milhões são CMD ativas, o que significa que foram efetivamente utilizadas para aceder a serviços. Só no mês de junho, registaram-se mais de 98 mil novas adesões”, acrescentou.

De acordo com a ministra, o atendimento online através do portal dos serviços públicos — ePortugal.gov.pt — “cresceu exponencialmente, com um registo recorde de 15 milhões de acessos, entre fevereiro e 12 de junho”.

No que respeita a serviços específicos para empresas, desde início do ano “deram entrada mais de 47 mil pedidos, dos quais cerca de 90% através do ePortugal.gov.pt”.

A ministra destacou ainda a publicação “em breve” da Estratégia para a Modernização do Estado e da Administração Pública, com metas que incluem a redução de 25% dos tempos de espera no atendimento presencial e o aumento de 50% nos pré agendamentos online nos 10 serviços públicos mais solicitados, entre os quais Justiça, Finanças, Segurança Social e Infraestruturas/IMT.

Está ainda prevista a criação de três centros de competências e a implementação de soluções itinerantes de atendimento, em pelo menos 25% dos territórios de baixa densidade.