A diretora-geral da Saúde pediu esta quarta-feira que se evitem ajuntamentos e sejam cumpridas as normas de distanciamento, nos festejos da conquista da I Liga de futebol pelo FC Porto, que poderão acontecer na quinta-feira, mediante uma conjugação de resultados.

As circunstâncias de comemoração do campeonato ou de outra efeméride são as mesmas. As recomendações que fazemos são as recomendações internacionais: que as pessoas evitem ajuntamentos e tenham sempre atenção ao uso de máscara”, disse Graça Freitas, na habitual conferência de imprensa da Direção-Geral da Saúde, sobre a pandemia de Covid-19.

A diretora-geral da Saúde lembrou que em alguns países “houve surtos que começaram em festejos, nos quais não foi respeitado o distanciamento social nem a regra de utilização de máscaras”.

A secretária de Estado Adjunta e da Saúde, Jamila Madeira, comparou os festejos do título de campeão de futebol às festas dos Santos Populares, que este ano tiveram de ser feitas “em casa”, por os habituais festejos terem sido cancelados devido à pandemia de Covid-19.

Pedimos que se perceba que a celebração do campeonato terá de ser feita de maneira mais contida, para que todos consigamos continuar a ultrapassar a pandemia”, pontuou.

O FC Porto pode festejar na quinta-feira o título na 31.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, se vencer em casa do Tondela e vir o Benfica, segundo classificado, perder na visita ao Famalicão.