O preço das casas na zona euro teve o maior aumento homólogo desde 2007 durante o primeiro trimestre, com Portugal a registar a maior subida trimestral e a quinta maior face a janeiro-março de 2019, segundo o Eurostat.

O preço das casas subiu 5% na zona euro, no primeiro trimestre do ano face ao mesmo período de 2019, a maior subida desde o segundo trimestre de 2007, e 5,5% na União Europeia (UE). Já na comparação com o trimestre anterior, entre janeiro e março o preço das casas aumentou 0,9% na zona euro e 1,2% na UE, segundo o gabinete estatístico europeu.

Na variação homóloga, as maiores subidas foram registadas no Luxemburgo (14,0%), na Eslováquia (13,3%), na Estónia (11,5%), na Polónia (11,3%) e em Portugal (10,3%), tendo a única diminuição sido observada na Hungria (-1,2%).

Face ao quarto trimestre de 2019, Portugal apresentou a maior subida dos preços das casas (4,9%), na Estónia (4,8%) e na Eslováquia (4,0%), com Malta (-4,3%), Hungria (-1,1%), Irlanda (-0,8%) e Bélgica (-0,1%) a apresentarem recuos no indicador.