O Ministério Público (MP) indicou esta quinta-feira que “está a proceder a averiguações” sobre o surto de Covid-19 que surgiu num lar em Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, que já provocou 16 mortos.

Questionado pela agência Lusa sobre a eventual abertura de um inquérito, o magistrado do MP coordenador da Comarca de Évora respondeu: “O Ministério Público está a proceder a averiguações sobre o assunto e situação em causa”.

Com a situação no lar, o concelho de Reguengos de Monsaraz regista o maior surto no Alentejo da doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, com um total, segundo dados desta quinta-feira, de 131 casos ativos, 16 mortos e 14 pessoas curadas (cinco funcionários do lar e nove pessoas da comunidade).