Pela primeira vez desde 20 de junho o boletim da DGS não indica novas mortes por Covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo, que abrange o distrito de Lisboa, quase todo o distrito de Santarém e parte dos distritos de Setúbal e Leiria. Esta quinta-feira tinham morrido 13 pessoas na região — o dia mais mortífero desde 24 de abril.

Duas pessoas morreram nas últimas 24 horas em Portugal com Covid-19, de acordo com os últimos dados do boletim da Direção Geral de Saúde (DGS).  As duas mortes das últimas 24 horas tiveram lugar no Centro, que agora acumula 250 óbitos. A região que lidera esta lista desde o início da pandemia continua a ser o Norte, que contabiliza 821 mortes.

Terceiro dias consecutivo com mais de 400 casos. Maioria registou-se em Lisboa

Foram identificados 402 novos casos de infeção, o terceiro dia consecutivo com mais de 400 novos casos confirmados. Mais de 85% dos 402 novos casos são registados na região de Lisboa e Vale do Tejo . No total, há 342 casos confirmados nesta região. Segue-se depois o Norte (com 44 casos), o Centro (9 casos), o Sul (5 casos) e os Açores (2 casos). A Madeira e o Alentejo não registaram nenhum caso.

Portugal com mais dois mortos e 402 novos casos nas últimas 24 horas

O número de casos confirmados aumentou 0,9%, a mesma variação registada no dia anterior. Já a variação no número de mortes, de 0,1%, é inferior à de ontem (0,8%). No total, desde o início da pandemia, foram registados mais de 45 mil casos de infeção (45.679) pelo novo coronavírus e 1.644 vítimas mortais.

O número de novos casos diários (402) supera mais uma vez o número de recuperações (301) nas últimas 24 horas. Um padrão que se mantém desde 30 de junho (quando foram registados 229 novos casos diários para 300 recuperações).

Número de internados e doentes graves volta a descer. Taxa de letalidade é de 3,6%

O número de internados baixou nas últimas 24 horas. De acordo com o boletim da DGS, há um total de 471 internados, 16 casos abaixo dos 487 registados ontem — que já era o mais baixo desde 28 de junho (quando havia 458 internados). Por outro lado, há 66 doentes que estão internados em Unidades de Cuidados Intensivos, menos sete do que ontem.

A taxa de letalidade em Portugal está agora nos 3,60%, tendo em conta os 45.277 casos de infeção confirmados e as 1644 vítimas mortais com Covid-19 desde que teve início a pandemia.