O BMW iX3 será o primeiro carro alemão produzido na China a ser vendido na Europa, situação que pode assustar alguns clientes mais tradicionalistas do fabricante germânico. Para reduzir os custos de produção e porque a China é também o maior mercado do mundo para veículos eléctricos, a BMW optou por fabricar no país oriental esta versão do X3 alimentada exclusivamente por bateria.

O SUV será baseado no X3, que os europeus bem conhecem com motores a gasolina e a gasóleo, mas aqui locomovido com motor eléctrico e alimentado por baterias, necessariamente chinesas. O motor, instalado no eixo traseiro, fornece 286 cv, sendo alimentado por uma bateria com 74 kWh de capacidade, o que deverá garantir 440 km de autonomia, segundo o WLTP. Resta saber em que condições.

As características definitivas do iX3 só deverão ser conhecidas a 14 de Julho, dia em que a BMW vai revelar oficialmente o SUV eléctrico, numa apresentação que irá ser iniciada pelas 9h00. O novo iX3 vai disputar o mesmo tipo de clientes dos VW ID.4, Tesla Model Y e Ford Mustang Mach-E, a que em breve se vai juntar igualmente o Nissan Ariya.