O aeroporto internacional de Colombo, no Sri Lanka, cuja reabertura estava prevista para 1 de agosto, vai continuar fechado na sequência de um surto de Covid-19 no país, anunciou neste domingo o ministro da Aviação.

“Decidimos pela segurança e bem-estar dos nossos cidadãos adiar a reabertura do aeroporto”, disse Prasanna Ranatunga. O programa que permitiu repatriar, até agora, 12.000 cidadãos do Sri Lanka será igualmente suspenso, afirmou.

Já o partido no poder renunciou neste domingo aos comícios que pretendia organizar antes das eleições legislativas, agendadas para 05 de agosto.

“Todos os encontros públicos onde iriam participar o Presidente e o primeiro-ministro hoje, segunda e terça-feira foram cancelados”, revelou o partido do Presidente, Sri Lanka Podujana Peramuna (SLPP), em comunicado.

Este país do sul da Ásia reportou uma série de novos casos de coronavírus que surgiram na semana passada, nomeadamente num centro de desintoxicação, onde 253 utentes testaram positivo numa noite.

No final de junho, o Sri Lanka decidiu suspender as medidas de confinamento, dada a fraca propagação do vírus no seu território. Com 21 milhões de habitantes, o país regista 11 mortes e 2.605 infetados por Covid-19.

A pandemia de Covid-19 já provocou mais de 565 mil mortos e infetou mais de 12,74 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.660 pessoas das 46.512 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.