São Tomé e Príncipe registou mais quatro casos positivos de Covid-19 em 13 testes laboratoriais realizados nas últimas 24 horas, elevando para 736 infeções acumuladas no país, anunciou esta terça-feira a porta-voz do Ministério da Saúde.

Segundo Isabel dos Santos, o número de pacientes recuperados aumentou para 316, enquanto no hospital de campanha estão internados quatros pessoas infetadas pelo novo coronavírus.

De acordo com a mesma fonte, que falava na atualização do boletim diário sobre o novo coronavírus, os cidadãos em isolamento domiciliar diminuíram para 402.

A porta-voz do Ministério da Saúde não deu indicações de quantas pessoas estão no serviço sintomático respiratório.

O número de óbitos mantém-se em 14 desde que em meados de março a doença foi declarada no país.

Em África, há 13.459 mortos confirmados em cerca de 611 mil infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné Equatorial lidera em número de infeções e de mortos (3.071 casos e 51 mortos), seguida da Guiné-Bissau (1.842 casos e 26 mortos), Cabo Verde (1.780 casos e 19 mortos), Moçambique (1.219 casos e nove mortos), São Tomé e Príncipe (736 casos e 14 mortos) e Angola (525 infetados e 26 mortos).

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo maior número de infetados e de mortos (mais de 1,88 milhões de casos e 72.833 óbitos), só atrás dos Estados Unidos da América.