O relatório da audição de Mário Centeno no âmbito da proposta de designação para governador do Banco de Portugal foi esta quarta-feira aprovado pelos deputados com voto favorável do PS e a abstenção do PSD e do PCP.

O relatório, votado esta quarta-feira na Comissão de Economia e Finanças, teve os votos contra do CDS-PP, Bloco de Esquerda, Iniciativa Liberal, PAN e do deputado do PSD Álvaro Almeida.

Durante o debate que antecedeu esta votação, deputados de vários partidos precisaram que o seu voto contra não visa o conteúdo do relatório, mas o facto de não concordarem com a escolha de Mário Centeno para ocupar aquelas funções depois de ter sido ministro das Finanças.