Um comediante russo conseguiu telefonar ao recém-reeleito Presidente polaco, Andrzej Duda, fazendo-se passar pelo secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, e colocou a gravação do telefonema de 11 minutos na internet.

Vladimir Kuznetsov, conhecido como Vovan, conseguiu fazer-se passar por Guterres e ultrapassar todas as barreiras de segurança para chegar à fala com Duda, confrontando-o com uma série de temas, incluindo as relações com a Ucrânia e a Rússia a sua reeleição.

Durante o telefonema, sempre feito em inglês, Duda trata sempre o comediante por “Vossa Excelência”, embora em alguns momentos seja possível notar a surpresa do Presidente polaco com alguns dos assuntos abordados.

[Pode assistir aqui ao telefonema:]

O comediante chegou a questionar Duda sobre a eventual vontade da Polónia de recuperar a cidade de Lviv, que antes da II Guerra Mundial era parte do território polaco e que atualmente faz parte da Ucrânia — algo que o Presidente polaco teve de negar categoricamente, sublinhando que essa ideia não é apoiada por nenhum partido político do país. Mas Duda acabaria por revelar que tem conversado com o Presidente russo, Vladimir Putin, sobre a ocupação da Polónia pela União Soviética depois da guerra.

Duda falou ainda sobre a Covid-19, assinalando que a situação no país “está controlada”.

Esta quarta-feira, Andrzej Duda confirmou no Twitter a veracidade do telefonema e sublinhou que durante a conversa tinha detetado que algo não estava bem, apesar de ter acreditado que se tratava de Guterres.

“Durante a conversa, percebi que, provavelmente, alguma coisa estava errada. O secretário-geral não pronuncia tão bem a palavra ‘żubrówka’, embora a voz fosse muito parecida”, escreveu Duda no Twitter, referindo-se a uma conhecida marca de vodca polaca que foi mencionada no telefonema.

De acordo com a Associated Press, Vladimir Kuznetsov e um outro comediante, Alexei Stolyarov (conhecido como Lexus), têm feito partidas semelhantes a outros líderes europeus, incluindo Emmanuel Macron e Boris Johnson.

Porém, apesar da boa disposição de Duda no Twitter — até usou um emoji —, os serviços de informações da Polónia estão a investigar como é que o comediante conseguiu chegar à fala diretamente com o Presidente, estando até em cima da mesa a hipótese de os serviços secretos russos terem intervindo. Um funcionário polaco que trabalha na representação do país na ONU está também a ser investigado.