436kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Muito suor, muita atrapalhação, pouca emoção mas dois golos anulados: os lances da primeira parte

Este artigo tem mais de 1 ano

Sem grandes momentos entusiasmantes, os primeiros 45 minutos no Estádio do Dragão não tiveram casos para discutir o resto da semana. Apenas dois golos bem anulados: recorde-os e veja por si em vídeo.

Sporar marcou aos 12 segundos mas não matou o borrego: o golo foi bem anulado
i

Sporar marcou aos 12 segundos mas não matou o borrego: o golo foi bem anulado

Octavio Passos/Getty Images

Sporar marcou aos 12 segundos mas não matou o borrego: o golo foi bem anulado

Octavio Passos/Getty Images

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Foi uma primeira parte sem grandes casos, com mais suor do que emoção. Casos, também não os houve propriamente — apenas dois lances em que a equipa de arbitragem foi chamada a intervir para invalidar dois golos. As decisões da equipa de João Pinheiro, porém, não deixam margem para dúvidas.

Aos 12 segundos, o primeiro golo. Problema: Sporar estava fora de jogo

Foi um início de jogo supersónico, que parecia prometer uma partida de muitos ataques e jogadas de perigo — fora isso, porém, e exceção a um ou outro momento, a primeira parte teve muita luta a meio-campo, muitas perdas de bola e pouco engenho e aproximações à baliza de parte a parte.

Logo no primeiro minuto do jogo, após o pontapé de saída, a bola é rapidamente entregue a Jovane Cabral. O extremo do Sporting encara o lateral portista Manafá e passa a bola para o seu lado esquerdo, aproveitando a subida de Nuno Mendes. Muito rápido, o jovem galga metros e ultrapassa Fábio Vieira, conseguindo desmarcar-se para receber a bola mais à frente. Já na área tenta colocar em Sporar, mas o passe perde-se. Após uma sucessão de ressaltos no interior da área, Nuno Mendes remata para defesa de Marchesín e a bola sobra então, finalmente, para Sporar. O avançado, acabado de se levantar, encosta para dentro da baliza.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Seria um golo rapidíssimo, logo aos 17 segundos, mas o apito soou: Sporar estaria em posição irregular, segundo a equipa de arbitragem liderada por João Pinheiro. O lance foi ainda validado pelo VAR, mas não deixa qualquer dúvida: quando Nuno Mendes tenta o remate, Sporar, ainda a levantar-se do chão, está muito adiantado face ao defesa mais recuado do FC Porto, Pepe. Boa decisão.

Mais um golo anulado: Luís Diaz ajeitou com o braço

Um golo anulado para um lado, um golo anulado para o outro. À passagem dos 12 minutos da primeira parte, o defesa-direito do FC Porto Manafá faz um passe vertical, encontrando Fábio Vieira. O jovem criativo dos dragões recebe de costas para a baliza — ainda longe da área — e com um toque recebe e enquadra-se, ficando de frente para a defesa do Sporting.

É então que Fábio Vieira faz um grande passe que sobrevoa o defesa e capitão dos leões, Sebastián Coates, encontrando Luís Diaz que se desmarcava em direção à baliza. O extremo colombiano do FC Porto recebe a bola, que sobra para o guarda-redes do Sporting. Luís Maximiano não agarra a bola, largando-a à sua frente. Luis Díaz aproveita e coloca a bola na baliza de Max, mas mais uma vez foi falso alarme: quando recebe o passe em profundidade de Fábio Vieira, Luís Diaz recebe a bola tocando-a com o braço direito. Falta assinalada e golo bem invalidado ao FC Porto.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.