A Opel reforça a sua aposta na electrificação num dos segmentos mais importantes do mercado, o dos SUV compactos, com a chegada das primeiras unidades do Grandland X Hybrid à rede de concessionários da marca em Portugal, com preços a partir de 46.725€. Esta versão, de tracção dianteira, vem complementar a oferta inaugurada pelo Grandland X Hybrid4, também um híbrido plug-in (PHEV) mas de tracção integral, que é proposto por valores desde 47.120€.

O Grandland X Hybrid alia um motor a gasolina 1.6 de quatro cilindros, com injecção directa e turbocompressor, a um motor eléctrico integrado na transmissão automática electrificada de oito velocidades. O bloco a combustão é capaz de debitar 180 cv, enquanto o eléctrico entrega 81 kW (110 cv). No conjunto, reclamam uma potência combinada de 225 cv (165 kW) e um binário máximo de 360 Nm. A diferença, introduzida por via da electrificação, é particularmente evidente nos consumos homologados que, em média, se situam nos 1,5-1,4 l/100 km, com emissões de CO2 de 34-31 g/km, de acordo com o método europeu de homologação WLTP.

Em modo de funcionamento puramente eléctrico, esta versão pode percorrer 57 km com uma carga completa da bateria com 13,2 kWh de capacidade, idealmente recarregada com regularidade (para baixar os custos de utilização) através do carregador de bordo, que de série é de 3,7 kW (de série) mas opcionalmente pode ser de 7,4 kW de potência. Neste último caso, a operação de recarga fica completa em menos de duas horas. De resto, à semelhança dos restantes PHEV no mercado, também o Grandland X Hybrid usufruiu de um sistema para recuperar a energia gerada por meio da travagem e da desaceleração.

Quanto ao equipamento de série, há que contar com tecnologias como alerta de colisão dianteira com detecção de peões e travagem de emergência, manutenção de faixa com correcção automática da direcção, reconhecimento de sinais de trânsito e detecção de cansaço do condutor. O condutor vê ainda a sua tarefa facilitada com funcionalidades como a comutação automática máximos-médios dos faróis de LED, a assistência ao arranque em subidas, e os sensores de estacionamento (à frente e atrás) que complementam a câmara traseira.

No capítulo do infoentretenimento, o sistema é compatível com Apple CarPlay e Android Auto, integrando navegação em tempo real graças ao Opel Connect, que também faz parte do equipamento de série.