A administração da Transtejo e Soflusa reuniu-se esta quinta-feira com os sindicatos para reiniciar a negociação da progressão de carreiras, mas apenas foi possível definir a calendarização para as próximas reuniões, informou fonte sindical.

Foram duas reuniões diferentes, mas o assunto foi igual para as duas e acabou por ser uma apresentação da calendarização de reuniões”, disse à agência Lusa Carlos Costa, da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS).

O sindicato reuniu-se com a Transtejo às 10h00 e com a Soflusa às 15h00, tendo abordado questões como a “progressão de carreiras” e “valorização salarial”, apesar de pouco ter sido avançado nestas matérias, segundo o sindicalista.

As percentagens salariais neste momento ainda são irrelevantes, vamos ver qual é a disponibilidade da tutela”, referiu Carlos Costa.

Segundo o sindicalista, em outubro do ano passado já tinha sido apresentada uma revisão do acordo de empresa, mas quando se estava na segunda reunião de negociação “iniciou-se o estado pandémico”, pelo que só nas próximas discussões será possível “reiniciar todo o processo”.

Neste sentido, o responsável da FECTRANS adiantou que as próximas reuniões estão marcadas para 29 de julho, às 10h30 com a Soflusa e pelas 15h00 com a Transtejo.

A agência Lusa tentou contactar a administração das duas empresas de transporte fluvial, mas até ao momento não foi possível obter declarações.

A Transtejo é responsável pelos terminais do Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão, no distrito de Setúbal, enquanto a Soflusa faz a travessia entre o Barreiro e o Terreiro do Paço, em Lisboa.