O treinador espanhol Robert Moreno, de 42 anos, foi hoje despedido do AS Mónaco e vai ser substituído no comando da equipa de futebol pelo croata Niko Kovac, confirmaram fontes próximas do clube.

A informação começou por ser avançada pelo jornal L’Équipe, indicando que o antigo selecionador espanhol, e também ex-adjunto de Luis Enrique na seleção de Espanha e antes no FC Barcelona, estava de saída, apesar de ter contrato até 2022.

Moreno tinha chegado no final de 2019 ao AS Mónaco, que conta com Gelson Martins e tinha Adrien Silva, por empréstimo do Leicester, então para substituir o treinador português Leonardo Jardim.

Roberto Moreno deixa os monegascos sem que a equipa, que era nona classificada no momento da suspensão e posterior cancelamento do campeonato, devido à covid-19, se qualificasse para as competições de clubes da UEFA.

O croata Nico Kovac chega ao clube francês depois de na última época ter sido também despedido em novembro do Bayern Munique, depois de a equipa bávara ser goleada pelo Eintracht Frankfurt e cair então para o quarto lugar na ‘Bundesliga’, que viria ainda assim a vencer com o adjunto Hans-Dieter Flick.

A Liga francesa de 2019/2020 foi oficialmente cancelada devido ao novo coronavírus, em contraponto com Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha ou Portugal, que, gradualmente, retomaram os respetivos campeonatos, mas sem espetadores.

A primeira jornada da ‘Ligue 1’ de 2020/21 está agendada para 22 de agosto, data em que o AS Mónaco recebe o Reims.