Também em Portugal as vendas de veículos eléctricos têm sofrido menos do que os seus rivais, cujos motores são alimentados por combustíveis derivados do petróleo, da gasolina ao gasóleo, passando pelo GPL. Basta ver o que aconteceu nos primeiros seis meses de 2020, período durante o qual a venda de ligeiros de passageiros atingiu 64.848 unidades, menos 49,6% do que no ano anterior. Se aos veículos ligeiros somarmos os ligeiros de mercadorias e os veículos pesados, atinge-se um total de 78.001 unidades, menos 48,2% do que os modelos comercializados no primeiro semestre de 2019.

8 fotos

Face a esta quebra importante do volume de vendas global no mercado português, os veículos eléctricos quase que passaram ao lado da crise. Se considerarmos as vendas da primeira metade do ano, os eléctricos aliciaram 3744 novos compradores, apenas menos 6,4% do que as 4000 viaturas transaccionadas no mesmo período em 2019. Uma diferença que não só ajuda a evitar uma queda mais abrupta do mercado, como parece confirmar uma crescente apetência por veículos alimentados por bateria, que ainda são consideravelmente mais caros, mesmo com os estímulos do Estado.

Entre as marcas que mais venderam veículos eléctricos nos primeiros seis meses do ano, a Tesla lidera, tendo comercializado 724 unidades, entre Model 3, S e X. A marca norte-americana ultrapassou assim a Nissan que, entre o Leaf e o furgão e-NV200, colocou no mercado 708 veículos, relegando a Renault para a 3ª posição, com 690 unidades, graças ao Zoe e ao comercial ligeiro Kangoo. A seguir surge a Peugeot, com 352 veículos vendidos (entre e-208, e-2008, Partner e iOn), a Hyundai com 247 (Ioniq e Kauai), a Smart com 246, Jaguar com 133, BMW com 133, Mini com 104, VW com 90, Mercedes com 75, Opel com 71, Porsche com 55, Audi com 41, Kia com 37 e DS com 24.

8 fotos

Se nos concentrarmos especificamente nos modelos, o veículo eléctrico mais popular junto dos portugueses no primeiro semestre de 2020 foi o Nissan Leaf, que colocou no mercado 663 unidades, ultrapassando por pouco o Tesla Model 3 (657) e o Renault Zoe (643). Estes foram os modelos que claramente dominaram os primeiros seis meses de 2020, com o 4º lugar do ranking a ser ocupado o Peugeot e-208, com apenas 278 veículos, à frente do Smart Fortwo (167), BMW i3 (133), Jaguar I-Pace (133) e Mini Cooper SE (104).